Ver mais

3 altcoins que valem a pena observar em abril

2 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • A Aptos (APT) está a 12% de distância de registrar novas máximas históricas.
  • A Gala (GALA) saiu de sua tendência de baixa de duas semanas.
  • A Kaspa (KAS) está saindo de uma formação de bandeira de alta.
  • promo

Em meio ao domínio de altcoins como Ethereum, Solana, Cardano e muitas outras, os investidores tendem a perder algumas das altcoins menos conhecidas.

Assim, o BeInCrypto analisou essas altcoins, que podem não estar no topo da lista, mas que ainda devem subir em abril.

Aptos (APT) está prestes a se tornar grande

O preço da Aptos surpreendeu todo o mercado com sua recente alta, que a deixou mais perto de romper o recorde histórico anterior (ATH) de US$ 20,4. A APT agora está a menos de 12,5% de distância de ultrapassar e traçar um novo ATH.

A tendência de alta já está ganhando força, como evidenciado pelo Índice Direcional Médio (ADX). O indicador acima do limite de 25,0 sinaliza que a tendência ativa está se fortalecendo, o que, no caso do APT, é uma tendência de alta.

Gráfico de 1 dia de APT/USDT.
Gráfico de 1 dia do APT/USDT. Fonte: TradingView

No entanto, se o preço da Aptos não conseguir consolidar US$ 18,32 como piso de suporte, ele poderá cair abaixo de US$ 16, o que invalidaria a tese de alta.

Portanto, é importante ficar de olho no token.

Leia Mais: O que é o Aptos e a criptomoeda APT?

Gala (GALA) pode crescer 26%

O preço da Gala, depois de ultrapassar a marca de US$ 0,080 no início deste mês, começou a apresentar tendência de queda, quase perdendo a linha de suporte de US$ 0,050. No entanto, nos últimos dias, a criptomoeda conseguiu romper a tendência de baixa e se recuperar ainda mais para testar US$ 0,065 como linha de suporte.

A criptomoeda está agora a cerca de 26% de atingir novos máximos no acumulado do ano. Além disso, o Índice de Força Relativa (RSI) indica certa alta. O indicador é um oscilador de momentum que indica condições de sobrecompra e sobrevenda, que acabou de passar para a zona de alta.

Gráfico de 2 horas GALA/USDT.
Gráfico de 2 horas do GALA/USDT. Fonte: TradingView

Isso significa que a GALA tem uma chance de continuar a alta, o que a levaria a US$ 0.084.

No entanto, se a altcoin perder o suporte em US$ 0.065, seu preço pode cair para US$ 0.060, o que invalidaria a perspectiva de alta.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Kaspa (KAS) pode validar esse padrão de alta

O preço da Kaspa, que teve uma grande corrida no mês passado, ficou preso em um canal descendente em março. A altcoin saiu desse canal há uma semana e é negociada atualmente a US$ 0,135, testando o nível de suporte de US$ 0,131.

Essa ação de preço resultou na formação de um padrão de bandeira de alta. Esse é um padrão de continuação em que o preço se consolida temporariamente em uma faixa estreita após um movimento acentuado de alta. Isso sinaliza uma possível continuação da tendência de alta anterior.

Gráfico de 1 dia do KAS/USDT.
Gráfico de 1 dia do KAS/USDT. Fonte: TradingView

De acordo com esse padrão, espera-se que a KAS registre um crescimento de 66%, com o preço-alvo marcado em US$ 0,235. Isso faz da Kaspa uma moeda a ser observada.

No entanto, se o suporte em US$ 0,131 for perdido, a tese de alta poderá ser invalidada e o KAS poderá cair abaixo de US$ 0,120.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados