Ver mais

5 Altcoins que sofreram o impacto da desaceleração do mercado

4 mins
Por Valdrin Tahiri
Traduzido Thiago Barboza

EM RESUMO

  • A APE caiu para uma nova mínima histórica em 7 de julho. Ela agora mostra sinais que podem levar a uma possível reversão de alta.
  • FTM e XLM caíram desde que foram rejeitados pelas principais áreas de resistência horizontal. A tendência continua baixista.
  • SNX e CFX mostram sinais de alta, mas ainda precisam confirmar suas possíveis reversões de tendência.
  • promo

Confira a análise das cinco altcoins que mais perderam valor em todo o mercado cripto esta semana, especificamente de 30 de junho a 7 de julho.

As altcoins de baixo desempenho que mais viram os preços caírem em todo o mercado de criptomoedas esta semana são:

  1. A Apecoin (APE) caiu 22,64%
  2. A Fantom (FTM) caiu 13,89%
  3. O Conflux (CFX) caiu 12,21%
  4. A Synthetix (SNX) caiu 11,50%
  5. A Stellar (XLM) caiu 10,88%

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

A APE lidera entre as altcoins baixistas esta semana

A APE caiu 93% desde sua máxima histórica de US$ 24,45 em 28 de abril. A queda culminou com uma nova baixa histórica de US$ 1,83 em 7 de julho. Isso representou uma queda de 93% em relação à máxima histórica .

O RSI diário sustenta a continuação da queda. Os traders do mercado usam o RSI como um indicador de momento para identificar condições de sobrecompra ou sobrevenda e para decidir se acumulam ou vendem um ativo.

Leituras acima de 50 e uma tendência de alta indicam que os touros ainda têm vantagem, enquanto leituras abaixo de 50 sugerem o contrário. O indicador está abaixo de 50 e caindo, sinal de tendência de baixa.

Gráfico diário APE/USDT. Fonte: TradingView

Se a APE continuar caindo, o suporte mais próximo será de US$ 1,59. No entanto, se a APE iniciar uma alta, ela poderá mover-se para uma linha de resistência descendente de curto prazo atualmente em US$ 2,50.

A Fantom (FTM) cai após rejeição

A FTM iniciou um movimento ascendente em 10 de junho. Durante o aumento, ela fez duas tentativas de romper a área de resistência de US$ 0,32. No entanto, ambas não tiveram sucesso, criando sucessivos topos mais baixos (ícones vermelhos). Após o segundo topo, a FTM caiu drasticamente.

A FTM é negociada logo acima do nível de suporte de retração 0,618 de Fibonacci em US$ 0,26. De acordo com a teoria dos níveis de retração de Fibonacci, após uma mudança significativa de direção, espera-se que o preço retorne parcialmente a um nível de preço anterior antes de continuar na mesma direção. O nível 0,618 de Fibonacci geralmente atua como o fundo se a queda for corretiva.

5 Altcoins que sofreram o impacto da desaceleração do mercado
Gráfico diário FTM/USDT. Fonte: TradingView

Portanto, se a FTM conseguir saltar em US$ 0,26, poderá fazer outra tentativa de romper acima de US$ 0,32. No entanto, se não conseguir, o preço poderá cair para o próximo suporte de longo prazo em US$ 0,20.

O Conflux (CFX) falha em eliminar a resistência

O CFX caiu dentro de um canal paralelo descendente desde 13 de março. Esses canais geralmente contêm padrões corretivos, o que significa que uma eventual quebra do canal é o cenário de preço futuro mais provável.

Em 10 de junho, o CFX saltou na linha de suporte do canal e iniciou um movimento ascendente em direção à resistência. No entanto, foi rejeitado pela linha média do canal (círculo vermelho) e caiu desde então. Isso é considerado um sinal de baixa.

5 Altcoins que sofreram o impacto da desaceleração do mercado
Gráfico diário CFX/USDT. Fonte: TradingView

Se a queda continuar, o CFX pode cair para o nível de suporte de US$ 0,14 criado pela linha de suporte do canal e a área de suporte horizontal de US$ 0,14. Por outro lado, se o CFX se mover acima da linha média do canal, um aumento em sua linha de resistência será o cenário de preço futuro mais provável.

Synthetix (SNX) recupera nível horizontal chave

A SNX aumentou desde 10 de junho. O movimento ascendente foi crucial, pois causou uma recuperação da área horizontal de US$ 2. Anteriormente, a SNX aparentemente havia perdido o nível. No entanto, devido ao aumento, a quebra anterior é considerada apenas um desvio.

5 Altcoins que sofreram o impacto da desaceleração do mercado
Gráfico diário SNX/USDT. Fonte: TradingView

A SNX pode passar para uma linha de resistência descendente de longo prazo em US$ 2,50 se o aumento continuar. No entanto, se fechar abaixo da área de US$ 2, provavelmente ocorrerá uma queda para a mínima anual de US$ 1,30.

Stellar (XLM) conclui as altcoins baixistas

A Stellar atingiu um novo topo anual de US$ 0,12 em 30 de junho. No entanto, apesar do aumento, não conseguiu romper e fechar acima da área de resistência de US$ 0,11. Em vez disso, criou um longo pavio superior (ícone vermelho), considerado um sinal de pressão de venda.

Posteriormente, a XLM caiu a um ritmo acelerado e atualmente está se aproximando da área de suporte de US$ 0,09.

5 Altcoins que sofreram o impacto da desaceleração do mercado
Gráfico diário XLM/USD. Fonte: TradingView

Se a XLM saltar, pode tentar ultrapassar US$ 0,11. No entanto, uma queda para o próximo suporte em US$ 0,08 será esperada se for rejeitada.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados