Ver mais

3 protocolos que expandem a rede Bitcoin para NFT, DeFi e ferramentas

2 mins
Por Harsh Notariya
Traduzido Anderson Mendes

O relatório Navigating the Inscription Landscape da Binance aborda três protocolos que podem expandir ainda mais a rede Bitcoin (BTC) para tokens não fungíveis (NFT), finanças descentralizadas (DeFi) e setores de ferramentas.

Em 2023, o ecossistema Bitcoin viu um crescimento transformador através do aumento das inscrições e dos tokens BRC-20, que redefiniram as capacidades da rede.

Esses desenvolvimentos alimentaram um ressurgimento do mercado e desencadearam um frenesi especulativo que lembra as moedas meme, impactando significativamente as atividades de transação e taxas na rede.

3 protocolos que podem transformar a rede Bitcoin

As inscrições na rede Bitcoin, embora ainda emergentes, expandiram-se para vários setores, incluindo DeFi, NFTs e ferramentas. Segundo a Binance, isso fica evidente em vários projetos que ganharam destaque.

bitSmiley, por exemplo, representa um desenvolvimento fundamental na infraestrutura DeFi, combinando stablecoins, empréstimos e derivativos em um protocolo. O lançamento do bitUSD, uma moeda apoiada pelo BTC, sublinha um avanço significativo no sentido da integração de instrumentos financeiros convencionais no ecossistema Bitcoin.

Por outro lado, Liquidium é um novo protocolo de empréstimo peer-to-peer (P2P). Ele permite empréstimos usando ativos Bitcoin como inscrições e BRC-20 como garantia. Mostra a crescente demanda pela rede no setor DeFi. Também destaca o potencial econômico das inscrições.

“Assim como o modelo operacional de outras plataformas de empréstimo peer-to-peer, o Liquidium permite que os mutuários garantam seus ordinais de acordo com os termos que considerem aceitáveis, enquanto os credores fornecem empréstimos BTC que alinham suas preferências de risco-recompensa”, explicou Binance.

Além disso, a exchange revelou que o Liquidium facilitou transações superiores a 118 BTC. Desde a sua criação, já processou mais de 2.700 empréstimos concluídos ou atualmente ativos.

3 protocolos que expandem a rede Bitcoin para NFT, DeFi e ferramentas
Fonte: Binance

Leia mais: As 10 criptomoedas para investir em janeiro de 2024

Por fim, o Portal se destaca como uma solução de liquidez cross-chain, com foco em serviços descentralizados de exchange e carteira. Ao facilitar as trocas do BRC-20 para outras cadeias, o Portal destaca o potencial de integração do Bitcoin no ecossistema blockchain mais amplo, melhorando sua utilidade e acessibilidade.

O impacto das inscrições e dos BRC-20 vai além do Bitcoin, com várias cadeias compatíveis com EVM adotando protocolos semelhantes. Apesar das capacidades inerentes destas cadeias para lidar com tokens fungíveis e não fungíveis, as inscrições testemunharam uma atividade transacional considerável impulsionada em parte por interesses especulativos.

No entanto, os críticos e proponentes das inscrições e dos BRC-20 oferecem pontos de vista divergentes, com os primeiros apontando o congestionamento da rede e as taxas elevadas, enquanto os últimos os vêem como uma oportunidade de ouro para a evolução do Bitcoin, especialmente no aumento da escalabilidade e segurança do ecossistema.

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Formado em Administração de Empresas pela Universidade Positivo, Anderson atua como redator para o BeInCrypto há 2 anos. Escreve sobre as principais notícias do mercado de criptomoedas e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, participou de projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto em sua cidade natal, Curitiba.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados