Ver mais

Diretor da Coinbase revela que 1 milhão de novos tokens foram criados em abril

2 mins
Traduzido Aline Fernandes

EM RESUMO

  • Conor Grogan, da Coinbase, relata 1 milhão de novos cripto-tokens em abril.
  • Ethereum e Solana registram grandes aumentos de tokens, especialmente em memecoins.
  • Crescem as críticas sobre os riscos e possíveis fraudes de memecoins.
  • promo

O diretor da Coinbase, Conor Grogan, anunciou que quase 1 milhão de novos tokens de criptomoeda surgiram no mês passado.

Esse número, por exemplo, é o dobro do total criado na blockchain do Ethereum entre 2015 e 2023. Esses desenvolvimentos ressaltam a natureza volátil e muitas vezes precária de investir em novos empreendimentos cripto.

Leia mais: Como identificar e avaliar o potencial de uma memecoin?

Novos tokens de memes invadem mercado cripto

Grogan destacou esses números no chat do painel do Dune, indicando principalmente uma expansão significativa no setor de cripto.

A maioria desse aumento na criação de tokens ocorreu nas blockchains Ethereum e Solana. Especificamente, a Ethereum registrou 376.642 novos tokens, enquanto a Solana teve uma criação média diária de mais de 20.000 tokens.

Notadamente, 886% dos novos tokens na blockchain do Ethereum, totalizando 327.553, estrearam na rede de camada 2 (L2) da Coinbase, Base. Essa plataforma, aliás, atraiu muitos desenvolvedores, especialmente aqueles que se concentram em memecoins, devido ao baixo custo operacional.

Diretor da Coinbase revela que 1 milhão de novos tokens foram criados em abril
Novos tokens por blockchain. Fonte: Dune

Além disso, o valor total bloqueado (TVL) na Base aumentou 627% desde o início do ano, atingindo agora o notável valor de US$ 5,4 bilhões, conforme a L2beat. As memecoins são o principal motivo desse aumento.

Comunidade cripto faz críticas

No entanto, a comunidade cripto também criticou a rápida proliferação de memecoins. Muitos na comunidade veem esses tokens como de alto risco, apontando que eles são frequentemente golpes para explorar bots de trading e investidores inexperientes.

“A maioria deles é apenas spam para criar bots snipers. Vi um cara lançando tokens com nomes sem sentido na Base apenas para rug pull de bots que compravam automaticamente”, comentou um usuário X no post de Grogan.

Além disso, o ambiente regulatório tem sido menos rigoroso para as memecoins em comparação com projetos cripto mais tradicionais ou inovadores. Chris Dixon, da Andreessen Horowitz, criticou essa abordagem regulatória, argumentando que ela promove um ecossistema repleto de projetos triviais em detrimento de soluções mais significativas baseadas em blockchain.

Investir nesse mercado envolve riscos substanciais

Crypto Koryo, um cientista de dados, enfatiza contudo a natureza de alto risco e baixa recompensa dos investimentos em memecoins. A barreira para a criação de novas moedas diminuiu significativamente, levando à saturação do mercado.

“Naquela época, implantar um token ERC-20 não era algo que uma pessoa comum pudesse fazer facilmente. Mas hoje, qualquer um pode fazer isso”, afirma Koryo.

Koryo aconselha os investidores a diversificarem substancialmente se optarem por se envolver com memecoins. Ele adverte que, sem a diversificação adequada, o portfólio de um investidor pode cair para zero.

Além disso, o detetive on-chain ZachXBT relatou recentemente que os desenvolvedores abandonaram vários projetos de memecoins na blockchain Solana. Isso levou a uma perda impressionante de US$ 26,7 milhões para os investidores.

Melhores plataformas de criptomoedas | Maio de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Apaixonada pelo que faz, Aline Fernandes é uma profissional que atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por quase todas as redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados