Ver mais

Seleção Brasileira, fan token, Montenegro e Do Kwon nas notícias da manhã – Bom dia, cripto!

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • A CPI das pirâmides de criptomoedas vai investigar o fan token da Seleção Brasileira.
  • A emissora do token é acusada de não entregar as recompensas prometidas aos portadores.
  • A justiça de Montenegro revogou o pagamento de fiança do fundador da Terra, Do Kwon.
  • promo

Bom dia, entusiastas de criptomoedas! A atenção dos estados continua voltada para o mercado cripto e os diversos produtos que dele derivam. Para saber o que o olhar da lei está vendo, confira estas notícias que o BeInCrypto separou para você!

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Fan token da Seleção Brasileira é investigado por suspeita de fraude

A CPI das pirâmides de criptomoedas da Câmara de Deputados vai investigar se o o fan token da Seleção Brasileira, emitido pela CBF, seria fraudulento.

De acordo com o deputado Áureo Ribeiro, isso ocorreu porque o fan token arrecadou US$ 9 milhões. Por outro lado, até agora, seus portadores não receberam recompensas.

Falando ao InfoMoney, o parlamentar afirmou que: “Vamos ampliar [o escopo da CPI] para os tokens ofertados ao mercado e que não tiveram sucesso, como o que foi ofertado pela CBF. Vamos verificar se houve alguma oferta criminosa”.

Ainda de acordo com o site, a parceira da CBF na emissão dos tokens, a exchange turca Bitci, “não cumpriu com os pagamentos para a CBF”.

O fan token foi anunciado em meados de 2021. Assim como projetos semelhantes, ele prometia oferecer formas de engajamento para torcedores. E, da mesma forma, ele sofreu altos e baixos de acordo com o desempenho do time, especialmente durante a Copa.

As recompensas de outros projetos parecidos, por exemplo, incluem decisões sobre quais músicas tocar em estádios, além de itens da equipe como camisetas e experiências como conhecer determinados atletas.

Montenegro revoga fiança de Do Kwon

A corte suprema de Montenegro reverteu uma decisão que permitia que o fundador da Terra, Do Kwon, e o ex-CFO da empresa, Han Chong-joon, deixassem a cadeia sob fiança. A dupla está presa no país acusada de usar passaportes falsos.

Em resposta, a instância inferior do país deve emitir outra decisão, levando em consideração o que foi alegado pela corte suprema. A decisão inicial previa o pagamento de uma fiança de € 400.000.

Kwon e Chong-joon foram presos em março quando tentavam deixar o país. Eles estavam desaparecidos desde o colapso da Terra USD, que resultou na perda de US$ 45 bilhões em valor de mercado em uma semana.

Os Estados Unidos e a Coreia do Sul acusam a dupla de diversos crimes financeiros. Entretanto, Montenegro avisou que não vai extraditá-los até o fim do julgamento pelos crimes cometidos naquele país.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados