Mineração de Ethereum superou Bitcoin em julho

Atualizado por Anderson Mendes
EM RESUMO
  • A receita de mineração do Ethereum superou a mineração de Bitcoin pela primeira vez desde junho.
  • Ambos os ativos viram a receita de mineração cair ano a ano no últim mês.
  • Em julho de 2022, a receita do Ethereum atingiu US$ 596 milhões, enquanto a receita do Bitcoin atingiu apenas US$ 574 milhões.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

Os mineradores de Ethereum (ETH) e Bitcoin (BTC) viram uma queda em suas receitas durante o mês de julho, já que os preços de ambos os ativos ainda estão longe de suas máximas.

Julho provou ser o pior mês para os mineradores de Bitcoin até agora em 2022. Os mineradores conseguiram gerar cerca de US$ 574,89 milhões em receita durante o sétimo mês do ano, de acordo com dados do Be[In]Crypto research.

Fonte: Bitcoin Miners’ Revenue by YCharts

Esse montante representa uma queda de 13% em relação a receita de junho, que foi de aproximadamente US$ 667,94 milhões. Além disso, a lucratividade total da mineração do BTC também caiu 40% desde julho de 2021, que registrou cerca de US$ 971,83 milhões em receita.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

Ethereum supera receita de mineração de Bitcoin novamente

Enquanto os mineradores de Bitcoin conseguiram arrecadar US$ 574,89 milhões em julho, os mineradores de Ethereum tiveram receita de cerca de US$ 596,33 milhões. Ao contrário do BTC, a receita do ETH aumentou 8% em relação ao mês anterior. Em junho de 2022, os mineradores da segunda maior criptomoeda geraram uma receita total de US$ 549,58 milhões.

Como o Bitcoin, a mineração Ethereum também teve uma queda mensal ano a ano em julho. Julho de 2021 viu cerca de US$ 1,11 bilhão em receita gerada, com o valor arrecadado em julho deste ano representando uma queda de 46%.

Fonte: Ethereum Miners’ Revenue by the Block

Mineradores ainda lucram mais com Ethereum

Embora o BTC tenha permanecido como a criptomoeda mais popular e com maior valor de mercado em julho, os mineradores fizeram mais com o poder de contribuição para a validação de transações envolvendo ETH do que o BTC.

Além de junho, quando os mineradores lucraram mais com o Bitcoin do que com o Ethereum, os mineradores do Ethereum tiveram a melhores resultados no resto dos meses de 2022.

O que causou a queda na receita dos mineradores?

Para entender a queda na receita de mineração, é preciso ter uma compreensão clara de como essa receita calculada. Calculamos a receita dos mineradores multiplicando o número total de moedas ganhas como recompensas em julho pelo preço das moedas (BTC e ETH).

Com isso em perspectiva, podemos concluir que a queda do mercado cripto foi a causa da queda nas receitas de mineração. Ao longo de julho, o Ethereum foi negociado entre US$ 1.034 e US$ 1.760. Em relação ao mesmo período de 2021, o Ethereum era precificado na faixa de preço entre US$ 1.722 e US$ 2.551.

Gráfico do ETH no TradingView

Em julho, o Bitcoin foi negociado na faixa de preço entre US$ 18.967 e US$ 24.573. Em julho de 2021, os mineradores lucraram mais com a receita, enquanto o BTC era negociado entre US$ 29.361 e US$ 42.236.

Gráfico do BTC no TradingView

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.