Bitcoin btc
$ usd
Notícias

Ethereum (ETH) atinge novo recorde de deflação à medida que hard fork se aproxima

2 mins
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • A oferta de Ethereum encolheu US$ 40 milhões desde a fusão.
  • Esta semana viu sua taxa mais rápida de deflação.
  • O ETH em staking agora está avaliado em US$ 28 bilhões.
  • promo

O Ethereum atingiu uma alta de cinco meses nas últimas 24 horas. Além disso, a emissão de ETH é a mais deflacionária desde que a rede fez a transição para o protocolo de prova de participação (PoS).

O ETH está em seu nível mais alto desde setembro de 2022. Além disso, sua taxa de emissão é a menor desde que sua rede passou pelo The Merge.

A atual oferta circulante de ETH é de 120,49 milhões. Ela caiu em 23.651 ETH ou cerca de US$ 40 milhões desde a fusão, de acordo com o rastreador UltraSound.Money. A oferta do token caiu 0,7% no ano, já que mais de 4.100 ETH são queimados diariamente. Esse aumento se deve ao aumento das taxas de rede, que por sua vez resultaram em taxas de queima mais altas.

Instituições acumulando Ethereum

O staking continua sendo um sólido impulsionador do Ethereum, apesar do ataque da SEC contra esta atividade e ao mercado de criptomoedas como um todo nos Estados Unidos.

De acordo com a Ultrasound.Money, atualmente há 16,6 milhões de ETH depositados em staking na Beacon Chain. A preços atuais, isso vale cerca de US$ 28 bilhões. Além disso, o montante representa 13,8% da oferta total do ativo, que atualmente está diminuindo em ritmo mais rápido.

Em março, o hard fork Shanghai permitirá a liberação em fases deste ETH em staking. Isso foi considerado otimista para o Ethereum, pois permitirá opções de staking mais flexíveis, como staking líquido para os investidores.

A queda de oferta do Ethereum e as narrativas de staking não são as únicas coisas que impulsionam os preços. De acordo com o detetive on-chain ‘Lookonchain’, as instituições estão acumulando mais unidades do ativo.

Ele descobriu que vários fundos e instituições despejaram quase US$ 1,6 bilhão no mercado de criptomoedas desde 10 de fevereiro. Isso foi otimista para o Bitcoin e o Ethereum, já que ambos atingiram novas máximas anuais nesta quinta-feira (16).

Preço dispara

O preço do Ethereum atingiu US$ 1.700 algumas horas atrás durante o pregão da manhã de quinta-feira. O ativo está mostrando um ganho de 9,3% no dia. No entanto, existe forte resistência neste nível.

No fechamento da matéria, o ETH havia caído marginalmente para ser negociado a US$ 1.680.

Ethereum (ETH) atinge novo recorde de deflação à medida que hard fork se aproxima

Alguns analistas preveem que o ativo chegue a US$ 2.000 nos próximos meses, à medida que seus fundamentos se fortalecem. No entanto, o token permanece 65,3% abaixo da sua máxima histórica de US$ 4.878 registrada em novembro de 2021.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Patrocinados
Patrocinados