Análise on-chain do Bitcoin indica que tendência de baixa está perto do fim

1 fevereiro 2022, 11:05 -03
Atualizado por Anderson Mendes
1 fevereiro 2022, 11:05 -03
EM RESUMO
  • Os juros em aberto caíram 49%, mas ainda estão acima da mínima de setembro.
  • Apesar do aumento de curto prazo no preço do BTC, as taxas de financiamento permanecem negativas.
  • As posições de compras de futuros têm sofrido perdas e liquidações nos últimos 3 meses.
  • promo

Análise de dois indicadores do mercado global: juros futuros em aberto e taxas de financiamento. Esses indicadores determinam a saúde geral do Bitcoin (BTC) e podem servir para prever sua movimentação de preço.

Por quase 3 meses, o preço do Bitcoin está em tendência de baixa em relação a sua máxima histórica de US$ 69.000 estabelecida em 10 de novembro. A mínima desse movimento de queda foi atingida em US$ 32.900 no dia 24 de janeiro. Isso representa uma desvalorização de 52 % em relação a máxima.

O valor das taxas de juros e financiamento em aberto pode dar uma indicação de qual caminho o mercado está seguindo e se a tendência de baixa pode ser interrompida em breve. A esses dois indicadores, adicionamos o índice de liquidações compradas nos últimos meses. A perspectiva geral sugere uma tendência de baixa prolongada, mas já enfraquecida, que pode ser seguida por uma forte recuperação de preço.

/Artigos relacionados

Mais artigos

Juros em aberto caindo

À medida que o preço do Bitcoin cai, o valor de juros em aberto em contratos futuros também está caindo constantemente. O pico foi alcançado no dia 11 de novembro, em US$ 28,08 bilhões, próximo ao preço recorde do Bitcoin, de acordo com dados do The Block. A queda atual foi registrada em US$ 14,22 bilhões, valor 49% menor (linha vermelha).

Fonte: The Block

Curiosamente, o valor atual dos juros em aberto global é maior (8% contra US$ 13,19 bilhões) do que no final de setembro, quando o preço do BTC atingiu US$ 39.600. Ao mesmo tempo, também é significativamente maior (36% contra US$ 10,47 bilhões) do que em julho de 2021, quando o Bitcoin atingiu US$ 29.000.

Isso se deve principalmente à Binance, a maior exchange de criptomoedas em termos de volume de negociações. Nela, o valor dos juros em aberto é ainda maior do que durante o crash de 4 de dezembro. Os traders da Binance não parecem se incomodar com a volatilidade do mercado e, com isso, o valor dos juros em aberto atualmente na exchange é de US$ 4,27 bilhões (barra vermelha).

Fonte: Glassnode

No entanto, a situação na Binance é a exceção e não a regra. Atualmente, outras grandes exchanges estão relatando significativamente menos juros em aberto do que há alguns meses. Exemplos são: Okex, Bitmex e Deribit (destacado acima).

Em uma série recente de tweets da @glassnodealerts, pode-se ver que as posições abertas nessas bolsas estão atingindo mínimas de vários meses (linhas tracejadas brancas). Para Deribit, por exemplo, este é o menor valor em 5 meses, e os juros em aberto é menor do que durante a correção de setembro. No entanto, o valor a mais baixo é registrado pela Okex: mínima de 9 meses e Bitmex: menor valor em 21 meses.

Fonte: Twitter

Taxas de financiamento negativas

O segundo indicador são as taxas de financiamento. Ele expressa o valor da quantia adicional de dinheiro que os traders nos mercados futuros são obrigados a pagar para manter uma posição aberta.

Taxas de financiamento positivas significam que os traders com posições de compra são obrigados a pagar um prêmio para aqueles com posições de venda. O oposto é verdadeiro para taxas de financiamento negativas.

O nível das taxas de financiamento pode ser usado como uma medida do sentimento dos traders no mercado. Taxas de financiamento positivas sugerem que o sentimento é de otimismo, já que os traders pagam um prêmio para manter as posições compradas abertas. As taxas negativas, por outro lado, refletem o sentimento pessimista e as expectativas de novas quedas de preço.

Em um tweet feito no domingo (30), o analista de mercado de criptomoedas @TheRealPlanC publicou um gráfico de taxas de financiamento de junho a julho de 2021. Ele observou que dois períodos anteriores de domínio de taxas de financiamento negativas (áreas vermelhas) precederam aumentos dinâmicos no preço do Bitcoin (setas verdes).

Fonte: Twitter

Se esse cenário se repetir, é possível que o preço do ativo esteja atualmente no processo de gerar um fundo. Isso é confirmado observando o período de tempo mais curto e o período contínuo de quedas em relação ao preço recorde de US$ 69.000.

Durante a maior parte deste período, as taxas de financiamento permaneceram positivas, com exceção da já mencionada queda de 4 de dezembro. Isso significa que os traders, apesar da queda do preço, continuaram abrindo posições longas, acreditando em uma rápida recuperação. No entanto, as quedas continuaram.

Fonte: Twitter

Ainda assim, na segunda quinzena de janeiro, foi observado um predomínio de taxas de financiamento negativas, o que sugere um viés para posições vendidas no mercado. Curiosamente, as taxas de financiamento negativas estão se aprofundando, apesar do fato de o preço ter saltado em relação ao fundo de US$ 32.900 e estar subindo. O trader de criptomoedas @Crypt0Jed1 comentou a situação da seguinte forma:

“Imprimimos mais um dia de taxas de financiamento negativas, pois o preço estava subindo. O exato inverso do comportamento que levou a grandes vendas em setembro e dezembro, quando o preço estava caindo enquanto as taxas de financiamento aumentavam. Isso é muito otimista.”

Liquidação de posições compradas

Mais um indicador on-chain que permanece alinhado com o sentimento do mercado delineado pelas taxas de juros e financiamento em aberto é o número de liquidações de posições compradas. Os dados dos últimos 3 meses revelam um claro domínio da liquidação de posições de compra sobre as posições de venda.

Durante esse período, até cinco vezes o número de liquidações diárias de posições longas em todas as exchanges ultrapassou US$ 250 milhões. Em 4 de dezembro, chegou a um recorde de US$ 615 milhões. Ao mesmo tempo, o número de liquidações diárias de posições vendidas nunca ultrapassou US$ 250 milhões e apenas duas vezes ultrapassou US$ 100 milhões.

Fonte: The Block

Os enormes prejuízos dos traders que apostam na alta são ilustradas pelo gráfico da EMA de 7 dias para o domínio das liquidações longas. Nessa visão, quase todo o período em que o Bitcoin atingiu seu preço recorde e as quedas subsequentes foi preenchido com o domínio de liquidações de posições de compra (área vermelha).

Fonte: Glassnode

Conclusão

As posições em mercados futuros de Bitcoin sofreram perdas e liquidações nos últimos 3 meses. Ao mesmo tempo, as taxas de financiamento estão se tornando cada vez mais negativas e o valor dos juros em aberto em muitas exchanges está vendo uma clara correção.

Esses indicadores mostram que a tendência de baixa em andamento pode estar chegando ao fim lentamente. Se o nível de US$ 32.900 de 24 de janeiro foi ou não o fim da correção, um rali de alívio para o Bitcoin pode ser esperado em breve. Resta saber se isso será apenas uma correção antes de um mercado de baixa de longo prazo ou uma continuação do mercado de alta dos últimos meses.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.